A juventude cristã está falida?

A igreja de Cristo é formada por idosos, adultos, jovens e crianças. Todos são membros do Corpo de Cristo, interligados e com diferentes funções. Mas, se tratando dos jovens na igreja local e em sua vida cristã particular, será que há maturidade cristã para eles? A Palavra de Deus responde.

“Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno” (1 Jo 2.13).
“Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno” (1 Jo 2. 14).

A ideia do discípulo João ao uso “jovens” não está atrelada aos jovens de idade em si, embora ao lermos de primeira passagem seja isso que vem em nossa mente. Mas a ideia primária do autor em sua Epístola geral é o crescimento com amadurecimento espiritual em Deus e em Sua Palavra. A Bíblia é uma fonte que alimenta o crente e o faz crescer, santificar-se e manter-se em pureza conforme nos diz 2 Pe 3: 18 “Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém”. Como vemos no texto, o crescimento do cristão tem o fim principal de que Deus e o Filho seja glorificados.

É desagradável e lamentável vermos cristão que não crescem espiritualmente. Apesar de todo o crente estar sujeito à estagnação espiritual, devemos lutar contra isso; é uma guerra desde a nossa conversão. A Palavra de Deus é fonte de vida e da verdade absoluta de Deus para a vida da igreja e dos cristãos, logo, a falta de lógica do porquê que muitos não crescem é a falta de estudo da Palavra de Deus. “Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo” (1 Pe 2: 2). A Palavra de Deus é a fonte de crescimento.

Em um estudo que fiz tempos atrás, aprendi que um pré-requisito para o crescimento espiritual é a santificação. Precisamos nos livrar de toda a coisa má e correr sempre para a Palavra de Deus. Precisamos nos livrar da maldade, do engano, da hipocrisia, da inveja; de toda espécie de maledicência conforme nos diz 1 Pe 2: 1. Antes de entrarmos na questão central, Sl 119: 9 reclama bem:

“Com que purificará o jovem o seu caminho? 10 Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. 11 Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti”.

Assim devemos imitar o salmista em correr para Deus diante do pecado e da frieza espiritual, mesmo que isso nos custe à vida guardando em nosso coração a Palavra da verdade diante do engano.
O Senhor quer o crescimento dos Seus filhos. Deus é forte, Seus filhos devem ser fortes e firmados no Evangelho. Conforme 1 Jo 2: 13-14, não se trata de filhinhos, jovens e pais no sentido literal, mas sobre os três experimentos cristão de crescimento espiritual. Iniciamos a vida cristã como neófitos, isto é, novos na fé como crianças – conhecemos o Pai e é o falar de criança. Na conversão não sabemos muito, mas sabemos que Jesus nos ama porque a Palavra nos diz. Daí vemos que Deus é o Pai Nosso; mas ainda não somos maduros, então desejamos crescer.

Agora, quais as características do homem jovem? Ele venceu – observemos o tempo verbal – o Maligno. E o Maligno é Satanás. Sim, nós podemos vencer Satanás e suas investidas. Jesus venceu Satanás no deserto com a Palavra de Deus e a Palavra de Deus nos foi dada e é Ela a Espada de Guerra, do Espírito. Um jovem maduro e espiritual é alguém que vence Satanás porque ele sabe o bastante sobre a Palavra de Deus e assim não se deixa encantar pela religião falsa.

O jovem que não se encanta com a falsa religião irrita profundamente Satanás. Em Ef 4: 14 vemos a característica uma criança espiritual é levada de um lado para o outro, pois bebês têm dificuldades com doutrinas falsas. Jovens espirituais são quem têm mais profundidade com a Bíblia e sua doutrina, por isso a doutrina e a religião falsa de Satanás não os atraem. João também se dirige em sua Carta aos pais. Os pais sãos os mais maduros, foram mais longe; não só conhecem a doutrina mas também o conhecimento profundo de Deus. Esses são os três passos do progresso, do crescimento espiritual.

Creio que essa base nos dá uma direção na Palavra de Deus acerca da criança, do jovem e do pai aos quais João se dirige. Precisamos estar firmemente vigiando e examinando-nos a nós mesmo. Apegue-se a igreja local, esforce-se para praticar o que Deus ordena, apesar dos constantes erros. Leiamos e oremos constantemente a Palavra de Deus para no dia do Juízo não sermos pegos em falta alguma, mas em Cristo. Aconselho a leitura de toda a primeira Carta de João; vai lhe ajudar como me ajudou a dominar esta Carta, façam isso com livros, e epístolas menores da Escritura Sagrada, lendo por trinta dias até que penetre em sua mente; então você irá progredindo em conhecimento, prática e evangelismo para glória de Deus.


REFERÊNCIAS

[1] A Bíblia Sagrada Almeida Corrigida Fiel (Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil)
[2] MacArthur, J. Como estudar a Bíblia (o que você precisa para ler e entender as escrituras sagradas). Thomas Nelson do Brasil

Estudante de teologia, leitor e membro na Congregação Batista da Graça em Recife. Atualmente exerce a profissão de Técnico em Informática.

Deixe uma resposta